Tecnologia 5G: o que vem por aí

Por Rosani Sartori – Analista de Marketing Digital e Conteúdo da Digital Business

O 5G é uma das novidades tecnológicas que entrou em funcionamento, em caráter experimental, no último mês de julho, pelas maiores operadoras de telefonia celular do país. A próxima geração de rede de internet vem para melhorar a velocidade de navegação de dispositivos móveis, que promete ser até vinte vezes mais rápida que a atual 4G. Além de deixar os downloads mais rápidos, o 5G permitirá melhor desempenho de tecnologias como IoT e AI.

Realidade virtual portátil, realidade aumentada com maior interação, Inteligência Artificial capaz de aprender constantemente, telepresenças, cirurgias remotas, carros autônomos, eletrônicos inteligentes, internet das coisas, transmissão de vídeo em 8K, essas e outras possibilidades estarão bem próximas com o aumento da velocidade de conexão de dados do 5G.

DO 1G AO 5G

No ano 2000 era considerado uma evolução gerar dados com velocidade de até 171,2 Kbps. A velocidade estimada para a transmissão de dados na tecnologia 5G é de 10 Gbps, podendo chegar a 20 Gbps.

Se o 4G viabilizou vários nomes que fazem parte do nosso dia a dia como Netflix, Uber, iFood, Instagram, WhatsApp, Tik Tok, o 5G deve ajudar a desenhar a próxima geração de aplicativos que vai usar esse mundo de dados.

Para comparar ainda melhor o impacto dessa nova tecnologia, vamos relembrar desde o surgimento do primeiro G da rede na nossa vida:

– 1G: permitiu ligações entre celulares, e que as pessoas andassem e falassem;

– 2G: permitiu que as pessoas mandassem mensagens;

– 3G: permitiu que as pessoas se conectassem à internet pelo celular. Mesmo com uma conexão ainda lenta, já era possível conferir e-mails e carregar o Twitter;

– 4G: permitiu acessar redes com muito mais dados e até fazer streaming. Foi o 4G que viabilizou apps como o Wase e o Telegram, que se beneficiam da velocidade da conexão;

– O 5G pode mandar dados a mais de 1,5GB por segundo e pode servir pelo menos 10 vezes mais usuários que a tecnologia atual. Ele é 100 vezes mais rápido que o 4G.

PRINCIPAIS VANTAGENS

Mais agilidade, sem limites de dados e de onde você estiver. Com mais velocidade e estabilidade na conexão, a internet 5G impactará praticamente em todos os serviços que afetam a vida das pessoas.

Vivemos numa sociedade 5.0, uma sociedade conectada que está se acostumando a realizar até mesmo tarefas complexas de seus smartphones. Cada vez mais vamos depender de uma infraestrutura com conexão constante, porque simplesmente não poderemos ficar sem internet. Portanto, é vital que a inovação tecnológica da internet acompanhe o ritmo de evolução das demais tecnologias.

É nessa relação que estão algumas das principais vantagens da tecnologia 5G:

Capacidade

Com a rede mais potente, mais pessoas poderão se conectar ao mesmo tempo, sem instabilidade ou perda de velocidade da internet.

Estabilidade

Outra vantagem é a melhora na estabilidade das conexões, que evitará a queda de sinal constante, facilitando operações feitas em tempo real.

Velocidade

Jogar sem travar, assistir a vídeos sem pausar, a velocidade deve aumentar muito, e é uma das mudanças mais esperadas.

Bateria

Com o 5G, é possível usar a internet consumindo menos bateria que o 4G, beneficiando o meio ambiente e gerando economia financeira.

Com uma conexão de mais de 1GB no celular, ao invés da gente ligar o celular na internet de casa pra aproveitar melhor velocidade, vamos fazer o contrário. Isso fará mais sentido, considerando que os equipamentos inteligentes precisam de conexão ao mesmo tempo. A tendência é que esses equipamentos percam a necessidade de uma rede central e comecem a usar sua própria conexão de dados, sem usar o Wi-Fi.

NOVAS TECNOLOGIAS E MANUTENÇÃO CONSTANTE

Kevin kelly, no livro The Inevitable, diz que “quanto mais complexa a tecnologia mais ela precisa de manutenção constante para continuar funcionando normalmente.”

E com certeza você deve perceber isso no seu smatphone. Sistemas operacionais recentes têm no mínimo uma atualização mensal pra poder corrigir bugs, trazer novas funções e resolver falhas de segurança. E quanto mais complexos e mais inteligentes os sistemas operacionais ficarem, menor vai ser esse intervalo de atualização. E quanto mais inteligente um eletrônico mais habilidades novas ele pode ganhar com cada atualização. Com o 5G, essa atualização pode acontecer o tempo todo e através de frequências e conexões dedicadas para cada aparelho.

NEM TUDO SÃO FLORES

Mesmo com os testes sendo feitos, a conexão 5G só deve se efetivar por aqui no fim de 2021 ou início de 2022, segundo o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. O leilão do espaço do espectro destinado exclusivamente para o 5G só deverá ocorrer no início de 2021. Por enquanto, o 5G compartilhará as faixas de transmissão já existentes do 3G e do 4G, usando a tecnologia DSS, que permite compartilhar com o 5G a faixa do 3G e 4G não utilizada.

O 5G é bem mais sensível e vai demandar um serviço muito mais inteligente – e muito mais antenas. Pra dar conta de mais dados, o sinal de 5G tem que ter uma frequência maior e por isso ele percorre uma distância bem menor do que o sinal de 4G. Isso significa que seus comprimentos de onda são menores, portanto, seu alcance é mais curto. Com menos penetração, o sinal do 5G é facilmente bloqueado por objetos físicos e não vai tão longe da torre, a ponto que uma árvore ou alguém entre o celular e a antena pode dificultar o sinal. Além disso, a rede é rápida o suficiente para acabar com qualquer limite de dados móveis atual em menos de um minuto.

E sim! Você precisará trocar de smartphone.

Fique de olho no nosso blog e acompanhe mais novidades sobre o 5G. 😉

Show CommentsClose Comments

Leave a comment

1 − 1 =